Poesias

A VIDA QUE NÃO TIVEMOS

Quando lembro nosso amor,
sinto um nó na garganta.
Quando penso em nossas vidas,
sinto vontade de chorar.
Imagino...
O lar que não formamos...
Os filhos que não tivemos...
Deixamos a felicidade
escapar por entre os dedos.
Teu amor não foi suficiente
para saber o quanto eu te amava.
Meu amor não foi suficiente
para saber o quanto
eras importante para mim.

Neida Rocha
20/12/2016

 

 

Todos os direitos reservados a Neida Rocha. Os textos podem ser copiados, desde que citado o nome da autora

site desenvolvido pela wwsites - sites para escritores