Poesias

BASTO-ME A MIM MESMA

Estou só,
mas não sou só.
Minha companhia
me basta.
Leio a vida
e escrevo o momento.
A Paz é latente.
Sou a força
de mim mesma.
Sigo a vida
e vivo o agora.
Minha vida
me pertence.
Quero apenas:
ser eu mesma!!!

Neida Rocha
01/06/2016

 

 

Todos os direitos reservados a Neida Rocha. Os textos podem ser copiados, desde que citado o nome da autora

site desenvolvido pela wwsites - sites para escritores